Etiquetas

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Emma Santos - "O Teatro" (Assírio e Alvim, 1981)







Um grito nos Hospícios. Um grito abafado pelas paredes deste imenso teatro.



____________________________


As palavras estão velhas, ridículas. Mercadoria estragada, restos que por esquecimento se não limparam. Repugnante. As palavras ficam no exterior da cidade, nas zonas de entulho. Às palavras, lançam-se-lhes pedras, aos loucos, escarra-se-lhes em cima. As palavras loucas seguem o seu caminho, sozinhas, sem amor. Arrastam-se moribundas, vão para o hospital e pedem que as capem.



EMMA SANTOS, O Teatro

Sem comentários:

Enviar um comentário