Etiquetas

terça-feira, 14 de junho de 2016

Funeral - "In Fields of Pestilent Grief" (2001)





1. Yield to Me (7:07)
2. Truly a Suffering (4:33)
3. The Repentant (6:41)
4. The Stings I Carry (5:40)
5. When Light Will Dawn (8:34)
6. In Fields of Pestilent Grief (1:45)
7. Facing Failure (6:13)
8. What Could Have Been (3:42)
9. Vile are the Pains (5:49)
10. Epilogue (4:29)




"Este horror de acordar – este era o saber; e exalava um sopro que parecia gelar as próprias lágrimas que lhe marejavam os olhos. Mesmo assim, tentou fitá-lo por entre as lágrimas, retê-lo, segurá-lo à sua frente para poder sentir a dor. Ao menos isso, embora atrasado e amargo, trazia algo do sabor da vida. Mas a amargura provocou-lhe uma náusea súbita; e foi como se visse horrivelmente na realidade, na crueldade da sua imagem o que fora destinado e cumprido. Viu a Selva da sua vida e viu a Fera; e percebeu, talvez pelo movimento do ar, que se erguia vasta e horrenda formando o salto para terminar com ele. Escureceram-lhe os olhos – estava próxima; e naquela alucinação voltou-se instintivamente para lhe fugir e atirou-se para cima da campa de cara para a terra."


HENRY JAMES, A Fera na Selva (tradução de Maria Teresa Guerreiro)







Sem comentários:

Enviar um comentário